O FILME “O DEMOLIDOR” FOI PROFÉTICO AO MOSTRAR A SOCIEDADE AUTORITÁRIA QUE O POLITICAMENTE-CORRETO PODE CRIAR

 



Nenhum filme, nem “BLADE RUNNER” e nem “2001 – UMA ODISSEIA NO ESPAÇO”, foi tão certeiro em ler o futuro quanto “O DEMOLIDOR”. O longa, estrelado por Sylvester Stallone e Wesley Snipes, conta a história de John Spartan, um policial durão que é preso em criogenia como forma de punição pelos excessos que cometia em sua época. Ele é reabilitado para combater um criminoso violento e acorda no ano de 2032, em uma sociedade “nova”, moldada de acordo com os idealismos de um velho rico que impõe padrões de comportamento, regras morais e condutas sociais. O contato físico não existe, dizer palavrão é crime, a comida é naturalista e todos são corretos, falsamente simpáticos e inclusivos. Um mundo orientado e individualmente doente, onde quem tenta viver com autoconsciência é criminalizado pelo Estado onipresente.

Não é muito diferente da realidade que nos cerca, não é mesmo?  


GUILHERME MACALOSSI

Formado em direito pela UCS e estuda jornalismo na Unisinos. Editor do portal Sul Connection, apresentador do programa Confronto, na Rádio Sonora FM. Escreve para jornais locais, articulista do Instituto Liberal do Rio de Janeiro e colaborador da agência Critério, Inteligência em Conteúdo.

Postar um comentário

0 Comentários